Televendas: 11 4226-5509
WhatsApp: 11 99948-2568
INDÚSTRIA
BRASILEIRA
ATENDEMOS TODO O BRASIL
E AMÉRICA LATINA
FABRICAMOS
SOB MEDIDA
FINANCIAMOS EM
ATÉ 48x via BNDES

Conheça o sistema de transporte Hyperloop!

Teste coloca em prática uma diferenciação do conceito de levitação magnética

Mesmo que um pouco diferente do sistema pensado em 2013 por Elon Musk, a levitação magnética pode enfim ser vivenciada no dia a dia dos meios de transporte. Na chamada de levitação magnética passiva, há a utilização de ímãs colocados do lado do comboio de passageiros, cancelando o campo magnético do outro lado.

Hyperloop
Hyperloop

Essa diferença tem o objetivo de ajudar a tornar o custo de produção ainda mais barato, já que os projetos de maglevs haviam se mostrado caros demais. Assim, em vez de criar vácuo em todo o tubo, foi utilizado um compressor elétrico para reduzir a pressão atmosférica.

Para mover esse veículo, também é usado um motor linear de indução e tubos, que podem ser suspensos por pilares ou subterrâneos. Capaz de alcançar cerca de 1200 km, o trem já teve seu primeiro teste prático no Deserto de Nevada, durante dez segundos. Na demonstração, um trenó motorizado fez o papel dos vagões ou cápsulas.

Hyperloop maglev
Hyperloop maglev

O Hyperloop é puxado então pelos compressores de ar e o motor linear de indução e, em alta velocidade, levita por se livrar do atrito entre as rodas e o trilho.

Esse projeto é fruto da idealização de Elon Musk, que liberou a patente de sua ideia para promover novas sugestões de utilizar a tecnologia maglev para transporte de cargas e passageiros.

Utilizando levitação magnética passiva, é possível eliminar estações de energia ao longo da pista, o que facilita sua execução. E, para ilustrar a velocidade que o trem pode alcançar, é possível dizer que a viagem entre São Francisco, que hoje dura cinco horas de carro, poderá ser feita em apenas meia hora.

Conheça também outros artigos sobre levitação magnética

Andressa Luz