Televendas: 11 4226-5509
WhatsApp: 11 99948-2568
INDÚSTRIA
BRASILEIRA
ATENDEMOS TODO O BRASIL
E AMÉRICA LATINA
FABRICAMOS
SOB MEDIDA
FINANCIAMOS EM
ATÉ 48x via BNDES

Trem flutuante da China pode desafiar viagens aéreas

Autoridades dizem que o novo trem de levitação magnética foi projetado para atingir velocidades de até 600 km / h

A China revelou um protótipo de um novo trem de levitação magnética projetado para atingir velocidades de até 600 km / h, aproximando-se da velocidade das viagens aéreas, informou o Fórum Econômico Mundial.

Trem que usa electromagnetismo
Trem que usa electromagnetismo

A tecnologia Maglev usa eletroímãs fortes que elevam e impulsionam o trem para a frente em uma almofada de ar. Sem o problema do atrito entre as rodas e os trilhos, os trens Maglev são capazes de atingir velocidades maiores do que as locomotivas convencionais, e com menos ruído e vibração, segundo o relatório.

A China já possui o serviço Maglev comercial mais rápido do mundo. O Shanghai Maglev, com uma velocidade operacional de 431 km / h, transporta passageiros em um trecho de 30 km entre o aeroporto de Pudong, em Xangai, e o centro da cidade desde 2003.

Em 2017, os trens bala Fuxing entraram em serviço na linha de 1.300 km Pequim-Xangai, reduzindo significativamente o tempo de viagem. Esses trens viajam a cerca de 350 km/h, mas o protótipo do Maglev será tão rápido que poderá oferecer uma alternativa competitiva às viagens aéreas, segundo seu desenvolvedor.

Ding Sansan, engenheiro-chefe adjunto do construtor do trem CRRC Qingdao Sifang, subsidiária da estatal China South Locomotive e da Rolling Stock Corporation, disse à imprensa que uma viagem de Pequim a Xangai leva cerca de quatro horas e meia de avião. incluindo o tempo de preparação para a viagem, e cerca de cinco horas e meia em trens de alta velocidade, pode durar apenas três horas e meia no Maglev.

No entanto, antes de pegar qualquer passageiro, o novo trem, construído na cidade de Qingdao, leste da China, deverá passar por um longo período de testes. A China não é o único país a experimentar a tecnologia maglev. O Japão, pioneiro do trem de alta velocidade, quebrou seu próprio recorde mundial, atingindo 603 km/h durante um teste de um trem SC Maglev em 2015.

O país está construindo uma nova linha Maglev entre Tóquio e Nagoya, prevista para abrir em 2027, o relatório disse. O serviço funcionará a uma velocidade máxima de 500 km / h, cobrindo a distância de 286 km em 40 minutos, em vez do tempo de viagem atual de 1 hora e 32 minutos. Também há planos para os trens maglev reduzirem pela metade o tempo de viagem de Tóquio a Osaka até 2045.

Leia Mais Artigos sobre Maglev.

Caroline Ramos