Televendas: 11 4226-5509
WhatsApp: 11 99948-2568
INDÚSTRIA
BRASILEIRA
ATENDEMOS TODO O BRASIL
E AMÉRICA LATINA
FABRICAMOS
SOB MEDIDA
FINANCIAMOS EM
ATÉ 48x via BNDES

Plataforma petrolífera adere robô que utiliza ímãs

As companhias de petróleo estão investindo na aposta em robôs e drones, dispositivos que podem ser capazes de executar tarefas perigosas em ambientes hostis, diminuindo custos com segurança para humanos, por exemplo, além de melhorar o desempenho.

Plataforma petrolífera adere robô que utiliza ímãs
Plataforma petrolífera adere robô que utiliza ímãs

Após o desastre de 2010 da Deepwater Horizon, a BP é uma das que mais tem desenvolvido iniciativas nesse sentido, como é o caso de um pequeno robô do tamanho de um cãozinho, que tem ajudado a fazer a inspeção da plataforma do Cavalo do Trovão.

O robô inspeciona a partir de um rastreador magnético que é equipado com fortes ímãs de terras raras e uma câmera de alta definição, além de drones com câmeras que fazem a captura até mesmo dos mínimos detalhes.

Os executivos da BP chegaram a revelar que a ajuda desse tipo de robô e dos drones faz com que as inspeções sejam realizadas em metade do tempo que seria gasto caso fossem humanos realizando as tarefas.

A empresa também está considerando iniciativas similares em plataformas vizinhas (Na Kika, Mad Dog e Atlantis) e já usa robôs e drones em sua refinaria Cherry Point, localizada no estado de Washington, onde os rôbos fazem uso de tecnologia de ultrassom para detectar rachaduras microscópicas nas paredes dos vasos das embarcações.

Andressa Luz