Televendas: 11 4226-5509
WhatsApp: 11 99948-2568
INDÚSTRIA
BRASILEIRA
ATENDEMOS TODO O BRASIL
E AMÉRICA LATINA
FABRICAMOS
SOB MEDIDA
FINANCIAMOS EM
ATÉ 48x via BNDES

EcoVyn reduz o desperdício em 94% com separadores magnéticos

A EcoVyn Ltd instalou dois ímãs de filtro de gaveta para remover a contaminação por metais ferrosos dos resíduos de plástico. Desde a instalação dos separadores magnéticos, a EcoVyn reduziu seus resíduos em 94%.

Gaveta de ímãs
Gaveta de ímãs

A Bunting Magnetics é um dos principais fornecedores mundiais de Separadores Magnéticos e Detectores de Metal. A sede da indústria européia está localizada em Berkhamsted, Hertfordshire, no Reino Unido, e possui uma extensa rede internacional de distribuidores e agentes de marketing.

A EcoVyn Ltd está na vanguarda da composição de PVC e traz uma nova tecnologia pioneira ao mercado. Eles oferecem um dos processos de produção mais avançados e inovadores do Reino Unido, produzindo compostos reprocessados, misturados e virgens para uma variedade de aplicações.

A EcoVyn conheceu a Bunting na feira internacional de plásticos Interplas em setembro de 2017. A empresa utiliza uma alta proporção de resíduos plásticos, dos quais 80% são pós-consumo. Atualmente, a EcoVyn processa 1.000 toneladas por mês de resíduos plásticos recuperados de boa qualidade, que eles planejam aumentar para 16.000 toneladas por ano. O resíduo de plástico limpo é misturado em material virgem, resultando em uma saída de 90% do produto grau A. Os resíduos gerados durante o processo de fabricação também são reciclados, deixando menos de 1% sendo descartados.

No entanto, o lixo plástico é frequentemente altamente contaminado com metal. Os detectores de metais já estavam instalados para remover a contaminação do metal, mas a taxa de rejeição era muito alta, com mais de 60 toneladas de resíduos sendo gerados, dos quais uma alta proporção era de plástico de boa qualidade.

Na Interplas, a EcoVyn explicou o problema à equipe da Bunting, que concordou em conduzir uma revisão do site. Durante a revisão, concluiu-se que o metal facilmente removível, magneticamente suscetível, poderia ser removido, deixando os detectores de metais para detectar e separar metais não ferrosos. Isso reduziria significativamente o número de rejeições de detectores de metais e, portanto, a quantidade de resíduos gerados.

Após uma revisão do processo, recomenda-se que os ímãs do filtro de gaveta sejam instalados entre o transportador helicoidal transportando o material de alimentação de tamanho de 8-10 mm e o detector de metais. O material limpo em metal passaria então para um pulverizador antes de continuar com o processo.

O ímã de filtro de gaveta é utilizado amplamente na indústria de plásticos e permite a remoção simples e eficaz de metais ferrosos a partir de materiais de fluxo livre. Os filtros de gaveta instalados na EcoVyn têm duas fileiras de ímãs de neodímio de terras raras de alta resistência. A linha superior tem dois ímãs de tubo com três na segunda linha alinhados para ficar abaixo da lacuna na linha superior. Isso garante que todo o produto atinja pelo menos um dos ímãs do tubo, onde o metal ferroso é atraído pelo campo magnético forte e capturado.

Gaveta de ímãs
Gaveta de ímãs

Após a instalação dos ímãs do filtro da gaveta, a quantidade de resíduos foi reduzida de 60 toneladas para 4 toneladas.

Desde que instalou os esse sistema, a EcoVyn estabeleceu que uma freqüência de limpeza de 20 minutos é necessária, destacando o alto nível de contaminação do metal comumente encontrado em resíduos plásticos. O metal ferroso encontrado capturado nos ímas de Tubo varia de pequenas partículas finas de ferro a pregos, arruelas, fragmentos de chapas de aço e capacitores elétricos.

Foram também realizados testes laboratoriais controlados na fábrica de ímãs magnéticos da Bunting em Birmingham, que indicou que 99,9% de todos os metais ferrosos haviam sido removidos.

O produto plástico final produzido pela EcoVyn é então usado para fabricar produtos como tubos, janelas internas, beading, porta-retratos e solas de sapato.

Conheça agora o separador magnético MagTek

Caroline Ramos