Televendas: 11 4226-5509
WhatsApp: 11 99948-2568
INDÚSTRIA
BRASILEIRA
ATENDEMOS TODO O BRASIL
E AMÉRICA LATINA
FABRICAMOS
SOB MEDIDA
FINANCIAMOS EM
ATÉ 48x via BNDES

Campo magnético mais forte da história é criado no Japão

Ele foi produzido por físicos de forma controlável

Um verdadeiro marco para a Física. Assim foi considerado o campo magnético mais forte e controlável já criado em ambientes fechados. O feito é de um grupo de cientistas do Instituto de Física do Estado Sólido da Universidade de Tóquio, no Japão.

Há muito os cientistas acreditam que a fusão nuclear – o tipo de reação que alimenta estrelas como o Sol – pode ser uma fonte potencial para a ideia de energia barata, limpa e quase ilimitada. Com a nova descoberta, publicada recentemente na publicação Review of Scientific Instruments, isso pode estar mais perto do que nunca de acontecer.

campo magnético
campo magnético

De acordo com a revista, o campo magnético criado foi mantido por mais tempo do que qualquer outro campo de força semelhante testado até então. Este avanço pode conduzir os cientistas a poderosas ferramentas de investigação, bem como ser aplicada para gerar a tão esperada energia de fusão.

“Uma forma de produzir energia de fusão é confinar plasma – um mar de partículas carregadas – num grande anel chamado tokamak de forma extrair energia”, disse o pesquisador Shojiro Takeyama num comunicado. O campo magnético que um tokamak exigira é “tentadoramente semelhante ao dispositivo que nós conseguimos produzir”.

Os cientistas da Universidade de Tóquio construíram um dispositivo altamente sofisticado capaz da compressão eletromagnética de fluxo (EMFC) – técnica conhecida para gerar um campo adequado em condições internas, para que fosse possível gerar o campo magnético, que é um recorde: cerca de 50 milhões de vezes mais forte que o campo da Terra.

Recorrendo ao dispositivo, os cientistas foram capazes de produzir um campo magnético de 1200 Teslas (T) – aproximadamente 120 mil vezes mais forte do que um simples ímã de geladeira, por exemplo.

Embora um campo magnético mais forte já tivesse sido criado, agora os físicos conseguiram controlá-lo durante 100 microssegundos, tempo que é milhares de vezes superior ao que tinha sido registrado nos procedimentos experimentais anteriores.

Além disso, o controle do campo magnético evitou que este destruísse equipamentos científicos, tal como já aconteceu em outras experiências.

Andressa Luz