Homepage » imas » Ferrite

Ferrite

O Ferrite é o ímã mais popular no mundo e um dos mais antigos, ao contrário do que algumas pessoas pensam não são naturais, são misturas químicas que resultam em diversos tipos de ferrites, que variam de acordo com a aplicação. Foi denominado como ímã cerâmico devido ao seu processo de fabricação ser semelhante ao da cerâmica convencional.

Por se tratar de um tipo de Ferrite que pode ser fabricado com diversos tipos de composições , alguns possuem campos magnéticos consideráveis como os usados em alto-falantes e outros tipos um pouco mais fracos e mais econômicos como os usados em ímãs de geladeira. São muito resistentes à oxidação, por isso não necessitam de tratamentos ou acabamentos superficiais. Suportam temperaturas elevadas que podem chegar à 180ºC sem perderem seu campo magnético. Podem ser usinados com ferramentas diamantadas, porém devido à sua dureza são muito quebradiços.

A MagTek comercializa Ferrites em formatos cilíndricos como pastilhas e anéis com dimensões padrões disponíveis em nosso catálogo, blocos retangulares e quadrados cortados sob medida e alguns modelos de segmentos “meia-lua”.

Onde comprar? Faça o download do catálogo de Ferrite no final da página agora mesmo para conhecer algumas medidas disponíveis, características técnicas e solicite-nos um orçamento enviando-nos as medidas desejadas e quantidades. Não deixe de nos consultar em caso de dúvidas!

Se quiser conhecer mais sobre os Ímãs de Ferrite, abaixo um detalhamento técnico do produto, aplicações e como utilizá-lo. Também não deixe de conferir nosso glossário.

Aplicações:

Alto-falantes, Sensores automotivos, Captadores de Guitarra, Equipamentos eletropermanentes, Motores automotivos de partida, Motores de vidros elétricos automotivos, Bombas de combustível automotivos

Especificações técnicas:

Os Ferrites podem ser dividido basicamente em dois segmentos, Ferrite “Mole” e Ferrite “Duro”, o ferrite mole não é comercializado pela MagTek.
Ferrite Mole – Usado em Transformadores, núcleos eletromagnéticos, indutores eletrônicos para fontes chaveadas, etc, as principais características destes ferrites são resistividade, permeabilidade e
coercitividade.

Os Ferrites Moles mais comuns são:
• Manganês, zinco ferrite ( tipo MnZn , com a fórmula Mn um Zn (1-a), Fe 2 O 4 ). Tipo MnZn têm maior permeabilidade e indução de saturação de NiZn.
• Níquel, zinco-ferrite ( NiZn , com a fórmula Ni uma Zn (1-a), Fe 2 O 4 ). Ferrites NiZn apresentam resistividade superior tipo MnZn, e são, portanto, mais adequado para frequências acima de 1 MHz.

Ferrite Duro – O ferrite de Bário ou Estrôncio é obtido através da mistura de oxido de ferro (Fe2O3) e carbonato de Bário (BaCO3) ou Estrôncio (SrCO3).
A partir da aplicação de calor num processo de calcinação e com adição de Oxigênio sintetiza-se uma molécula de BaFe12O19 ou SrFe12O19.
Existem dois principais processos de fabricação de Ferrite Sinterizado: por via seca e por via úmida.

Pelo processo seco podemos produzir ímãs isotrópicos e anisotrópicos; pelo processo úmido, apenas ímãs anisotrópicos são possíveis produzir.

No Ferrite Isotrópico não existe a orientação magnética durante o processo de fabricação porém e possível a magnetização em qualquer direção, também não é possível alcançarmos um bom nível de Produto Energético.

No Ferrite Anisotrópico durante o processo de prensagem a matéria prima é exposta a um alto campo magnético orientando assim os cristais de ferrite conferindo-lhes um sentido preferencial de magnetização e também um alto valor energético.

Temperatura:

A temperatura de trabalho pode chegar até 180ºC. Porém se este ímã for submetido à sua temperatura de desmagnetização total (Temperatura Curie) que é em torno de 450ºC, perde totalmente seu campo magnético e necessita passar por um novo processo de Magnetização.

Revestimento:

Por se tratar de um Ferrite não corrosivo, os Ímãs de Ferrite não necessitam de revestimentos ou tratamentos superficiais.

Resistência mecânica:

Por se tratar de um Ferrite semelhante à cerâmica, é quebradiço. Podem ser cortados ou retificados com ferramentas diamantadas.

Tipos de magnetização:

Os Ferrites são fáceis de magnetizar, por isso são utilizados em muitas aplicações onde requer um maior número de pólos. Os ímãs isotrópicos podem ser magnetizados em qualquer direção (axial ou radial), com quantos pólos a dimensão permitir. Os ímãs anisotrópicos também podem ter diversos pólos, porém somente no sentido de orientação que foi fabricado.

Cuidados e Segurança:

Por se tratar de um Ferrite pouco resistente à desmagnetização é importante que ele não tenha contato com ímãs permanentes mais fortes ou bobinas elétricas, este contato ou aproximação pode causar a desmagnetização deste Ferrite.

Como o campo magnético não é tão grande comparado aos Ímãs de Neodímio, podem ser usados em aplicações, didáticas, artesanatos, etc sem riscos à segurança física.