Televendas: 11 4226-5509
WhatsApp: 11 99948-2568
INDÚSTRIA
BRASILEIRA
ATENDEMOS TODO O BRASIL
E AMÉRICA LATINA
FABRICAMOS
SOB MEDIDA
FINANCIAMOS EM
ATÉ 48x via BNDES
SOLICITE SEU ORÇAMENTO
NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ

INDÚSTRIA
BRASILEIRA
ATENDEMOS TODO O BRASIL
E AMÉRICA LATINA
FABRICAMOS
SOB MEDIDA
FINANCIAMOS EM
ATÉ 48x via BNDES
Voltar ao topo

Eletroímãs

 
Catálogo

Os Eletroímãs MagTek, foram desenvolvidos para diversas aplicações, por exemplo, elevação e transporte de cargas, fixação de peças, afrouxar freios sob pressão de molas, transportar objetos ferro metálicos através de manipuladores (braços de robôs), etc. Possuindo uma alta resistência mecânica devido a sua construção em aço carbono, o eletroímã é largamente usado na indústria.

Seu baixo consumo de corrente (100mA a 600mA) faz com que seja econômico e permite que seja ligado a baterias, fontes e alguns modelos diretamente na rede elétrica. Possui uma rosca na parte traseira para facilitar sua fixação.

Seguindo um padrão de qualidade, todos os nossos eletroímãs, sem exceção, são testados em nosso laboratório, inclusive com dinamômetro, para garantir que sejam distribuídos em perfeito funcionamento, com qualidade e robustez conforme os padrões MagTek.

Para facilitar e padronizar a comercialização deste produto, padronizamos algumas medidas (disponíveis em catálogo), porém também fabricamos modelos com dimensões e capacidades especiais de acordo com a sua necessidade dentro do que for possível.

Faça o download do catálogo dos eletroímãs MagTek no final da página agora mesmo para conhecer as características técnicas e solicite-nos um orçamento. Não deixe de nos consultar em caso de dúvidas!

Aplicações do Eletroímãs

Transporte/fixação de peças:
Em processos contínuos e/ou linhas de produção de tratamentos superficiais, pintura, metalização, movimentação em robôs, ou qualquer outro processo que exija o movimento da peça nem sempre é conveniente o uso de ganchos ou similares pelo tempo de preparação que esse material exige (por exemplo, encaixar um ganho em um olhal). O eletroímã é uma opção rápida, pois ao ser acionado e encostar-se à peça já se fixou e está pronto para ser movimentado. O eletroímã não é só favorável no fator tempo, mas no fator da geometria da peça, pois nem sempre é possível a utilização de um gancho na peça, ou, por exemplo, não é possível furá-la para prendê-la.

Funcionamento do Eletroímãs

O eletroímã só funciona de acordo com suas características nominais desde que tenha contato direto com a peça, seja respeitada sua temperatura de trabalho, sua voltagem (tensão de alimentação) e espessura mínima de chapa de contato. Outro ponto importante a destacar é que cada aplicação é diferente da outra e características físico-químicas diferentes podem influenciar diretamente na maneira de como o eletroímã trabalha e em seu desempenho. O tipo de material da peça, gap, rugosidade, acabamento, formato, tamanho total, dentre outros, também são fatores que podem alterar o desempenho do eletroímã.

Alimentando-o com energia, o eletroímã passa a magnetizar a peça ferrosa que estiver em contato direto com sua face continuamente até o mesmo ser desenergizado, o que soltará imediatamente o objeto ao qual estava fixo.

Especificação Técnica do Eletroímãs

O eletroímã MagTek é construído em aço carbono com acabamento em zinco e possui rosca na parte traseira para auxiliar na sua fixação onde quer que seja necessário. Possui conjunto eletromagnético na parte interna com acabamento resinado e cabo com saída lateral. Modelos em 12Vcc, 24Vcc ou 220Vca (sistema de retificação incluso) com baixo consumo de corrente podendo variar entre 100 e 600mA. Sua temperatura máxima de trabalho é de até 100°C.

O Eletroímã pode ser usado de maneira contínua ou intermitente, onde, se usado de forma intermitente, pode ser ligado e desligado milhares de vezes. Usando-o de forma intermitente ele aquece menos aumentando sua vida útil.

Cuidados e Segurança com Eletroímãs

O eletroímã não deve ser superdimensionado, isto é, usado fora de suas especificações em catálogo. A espessura mínima de chapa e sua capacidade de carga, descritas em catálogo, devem ser respeitadas para não colocar a segurança do processo em risco. Como qualquer equipamento elétrico, deve-se ter cuidado com a rede elétrica.